Em Busca Da Beleza Com As Orquídeas

Em Busca Da Beleza Com As Orquídeas
junho 09 20:33 2008 Imprimir Este artigo

orquidea

Comercializadas desde a idade média, o cultivo destas flores exige persistência

No mundo, existem mais de 20 mil espécies de orquídeas, a maioria delas encontrada em países de clima tropical. Brasil, Colômbia e Equador são os países que possuem maior número de espécies, totalizando sete mil.

Com tantas espécies, é possível encontrar as mais variadas formas e tamanhos de flores, desde as que não ultrapassam o tamanho da cabeça de um alfinete, como a Barbrodria miersii, (a menor orquídea do mundo) e outras com flores de quarenta centímetros de diâmetro, como a Angraecum sesquipedale, originária de Madagascar (costa leste da África).

Os aficionados por orquídeas

Théo de Sousa Machado é uma das milhares de pessoas apaixonadas por orquídeas. Com 27 anos de cultivo, 500 espécies e 1500 plantas, este orquidófilo (como são conhecidos os apaixonados por orquídeas) dá as dicas para cultivo da planta:

Theo de souza machadoObraWeb – Quanto tempo uma orquídea demora para se tornar adulta e florescer?
Théo – Existem espécies que ainda dentro dos frascos de germinação levam mais ou menos um ano para florescer. Outras, como algumas vandas, levam oito anos. Digamos que cinco anos seria uma média aproximada.

ObraWeb – Qual é o tempo médio de vida de uma orquídea? E quanto tempo dura sua floração?
Théo – Se bem cuidada, uma orquídea será uma planta eterna. Quanto às flores, o tempo varia de 24 horas que é o caso da vanilla, até 70 dias ou mais como as phaleonopsis.

orquideaObraWeb – Quais são os cuidados básicos que as pessoas devem tomar para ter uma orquídea saudável e que floresça sempre?
Théo – Ela precisa de luz, umidade e alimentação, que são as mesmas coisas de que precisamos. A maioria delas gosta de muita luz, isso é um fator primordial para sua floração, mas cuidado para que o sol não pegue diretamente nelas.

ObraWeb – É possível cultivá-las em apartamentos ou dentro de casa?
Théo – Perfeitamente. Algumas espécies como orquídea borboleta (phaleonopisis), sapatinho (paphiopedilum), bailarinas (oncidiuns) sem problema algum. As phalenos adoram banheiros. Outras espécies também podem ser cultivadas em casa, desde que colocadas em uma varanda onde pegue sol da manhã ( até 8h) ou o sol da tardinha.

ObraWeb – Como e quantas vezes ela deve ser regada?
Théo – A maioria das orquídeas não gosta de ficar encharcada. Portanto, para uma nova rega é preciso esperar o substrato escorrer bem, sem, contudo, estar seco demais e ter o cuidado de no inverno molhar pela manhã e no verão a tarde.

ObraWeb – Na hora da compra, o que é preciso observar para levar uma orquídea saudável?
Théo – Plantas sem manchas nas folhas, bem enraizadas e as folhas não devem estar enrugadas, que seria um sinal de desidratação.

orquideaObraWeb – Qual é o custo médio de uma orquídea?
Théo – Isto é muito relativo. Depende muito da qualidade da flor e da espécie. Por exemplo, híbridos de cattleya custam de R$10,00 a R$ 20,00. Já mudas de Cattleya walkeriana, a famosa “feiticeira” custam em média R$ 250,00 e demoraram quatro anos para florescer.

ObraWeb – Como começou essa sua paixão por orquídeas?
Théo – Minha mãe tinha um caramanchão, como ela chamava, cheio de plantas, de todas as espécies, de avencas a orquídeas, de margaridas a gladíolos. Sempre ajudei a cuidar delas e tinha uma atração especial pelas orquídeas. Achava interessante a floração, seu jeito de se desenvolver. Com 17 anos fui a uma pescaria e, na beira do Rio Pará, encontrei muitas orquídeas, algumas com flores e muitas caídas. Estas caídas em galhos secos, eu levei para casa. Várias morreram, mas fui observando e com isto aprendendo com elas.

Magias e mistérios da planta

orquideaDe acordo com a mitologia grega, a origem da palavra orquídea vem de Orchis. Filho de uma ninfa com um sátiro (habitante das florestas, com chifres curtos e pés de bode), Orchis foi assassinado pelas sacerdotisas de Baco, deus do vinho. Por causa das preces de seu pai, Orchis foi transformado em uma flor que agora leva o seu nome: orquídea.

Ainda diz a lenda, que bruxas utilizavam as raízes das orquídeas para criar poções mágicas para os que buscavam o amor e a paixão. Tais raízes são associadas aos testículos humanos e desde a idade média são vistas como plantas afrodisíacas, capazes de auxiliar na produção de bebês do sexo masculino.

Fonte de Pesquisa:
Toscano, L. A. de B. & Moraes, M. M. de. 2002. Saiba mais sobre orquídeas.

[on line] Disponível na Internet via http://www.jbrj.gov.br/

Por: Cintia Baio

veja mais artigos

Sobre o Autor

Redação Reforma Fácil
Redação Reforma Fácil

Apresentar tudo que possa facilitar a vida de quem vai reformar, construir ou decorar, ajudando a tornar a empreitada bem sucedida com um grande volume de informações de projetos, produtos, serviços e obras.

Ver Mais Artigos
  1. jairo ziemann
    janeiro 17, 07:46 #1 jairo ziemann

    eu tenho um orquidasea que a flor e do tamanho da cabeça de um alfinete ela e um campilocentrum a planta nao tem folhas so uma rais pequena

    Responder este comentário
  2. Sofia
    abril 27, 18:23 #2 Sofia

    Por volta do ano de 2002 localizei uma pequena orquídea, branca com mais ou menos 1mm, é uma micro perfeita.Não localizei nada que identificasse ela, gostaria de saber se já é catalogada.

    obrigada

    Sofia

    Responder este comentário

Adicionar um comentário

Seus dados estarão seguro! O seu endereço de email não será publicado. Outros dados também não serão compartilhados com terceiros.
Todos os campos são obrigatórios.