Concreto autoadensável: menos mão-de-obra e ótima resistência

Concreto autoadensável: menos mão-de-obra e ótima resistência
maio 05 20:48 2010 Imprimir Este artigo

Pisos, pavimentos, reservatórios, revestimento de túneis e construções industrializadas de casas. O concreto autoadensável tem como diferencial de formulação o acréscimo de hiperplastificantes e modificadores de viscosidade.

Agora, a BASF e a Supermix Concreto avançaram na utilização dessa tecnologia no Brasil na construção de um condomínio residencial de quatro torres de nove andares cada. A obra, no bairro do Jaraguá, em São Paulo, constrói dois pavimentos por semana (incluindo pilar, vigas e laje, com 140m³/andar) e já concluiu duas torres.

“O autoadensável tem maior durabilidade, pois apresenta menor incidência de falhas, problemas comuns nos concretos convencionais que necessitam de vibração na aplicação”, explica Sérgio Oliveira, Coordenador de Negócios da área de Químicos para Construção da BASF.

O concreto utilizado na obra leva dois produtos: o Rheomac® VMA 358, modificador de viscosidade, e o Glenium® 160 SCC, hiperplastificante. Os benefícios desse tipo de concreto vão além da durabilidade e resistência. O autoadensável diminui a poluição sonora, já que não faz uso de vibradores, o que também contribui para a redução no consumo de energia elétrica. “Além disso, minimiza os riscos de acidentes causados pelo excesso de pessoas sobre as lajes, porque necessita de menos mão-de-obra, e reduz problemas ergonômicos nos trabalhadores, já que eles fazem um esforço menor no lançamento e acabamento”, finaliza Sérgio.

veja mais artigos

Sobre o Autor

Redação Reforma Fácil
Redação Reforma Fácil

Apresentar tudo que possa facilitar a vida de quem vai reformar, construir ou decorar, ajudando a tornar a empreitada bem sucedida com um grande volume de informações de projetos, produtos, serviços e obras.

Ver Mais Artigos
Escrever um comentário...

Nenhum Comentário

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário