Casa própria: 5 passos antes de fechar negócio

Casa própria: 5 passos antes de fechar negócio
dezembro 22 12:24 2010 Imprimir Este artigo

Comprar um imóvel está entre as metas de 2011? Se a sua resposta foi positiva, saiba que há alguns fatores a serem considerados antes de “bater o martelo”. Confira as dicas de Sanrlei Polini, engenheira civil e diretora técnica da Soluções Consultoria.

Procure saber mais sobre o vendedor

O primeiro passo é conferir se o vendedor é mesmo o proprietário da casa ou apartamento, e se o imóvel possui mais de um dono, afirma Sanrlei. “Para saber isso, é só analisar a Matrícula do Registro de Imóveis, que você pode pedir ao vendedor ou no Registro de Imóveis da Região”, explica. Caso seja mesmo o proprietário, é preciso saber se ele não possui dívidas que podem levar ao confisco do imóvel. Essa informação consta na chamada Certidão Negativa de 10 Cartórios, que pode ser adquirida diretamente nos cartórios ou por meio de contadores e empresas especializadas.

Fique atento a impostos e multas

O imóvel também pode estar endividado, por isso é bom checar se o IPTU está em dia e se a propriedade não possui multas por causa do uso irregular do terreno. “Em São Paulo, no caso do IPTU, vale checar diretamente na subprefeitura da região ou no site da Secretaria de Finanças“, explica. Já as multas podem ser consultadas nos balcões de atendimento das subprefeituras. Para fazer ambas as pesquisas, é necessário ter em mãos o número do imóvel no Cadastro Imobiliário Municipal, que consta no carnê do IPTU.

Confira se a construção é regular

Na prefeitura ou subprefeitura dá para consultar também se a construção teve o seu projeto aprovado e se possui Habite-se. “A aprovação do projeto é determinante, porque comprova que houve um responsável técnico pela obra. Já o Habite-se atesta que o imóvel foi construído seguindo as exigências legais e de segurança e que, por isso, pode receber moradores”, afirma a especialista.

Peça orientação profissional

Observar bem as condições do imóvel exige um olhar treinado. Visite o local na companhia de um engenheiro ou de arquiteto. Peça para o profissional apurar se o imóvel está de acordo com o projeto aprovado pela prefeitura, e também se existem problemas de estrutura ou manutenção. “Esses danos devem ser considerados em contrato ou sanados antes da compra”, explica.

Saiba se o imóvel pode ser reformado

Se você quer comprar uma casa para ampliá-la depois é preciso saber se o prédio é tombado como patrimônio histórico municipal, estadual ou nacional, o que limita modificações no seu projeto. Em São Paulo, é possível verificar isso no Cadastro de Imóveis Tombados (CIT) ou na subprefeitura do bairro onde o imóvel se encontra. Também, é necessário conferir se a reforma está em conformidade com a lei de zoneamento urbano, que regula a ocupação do solo nas cidades. “Caso não haja permissão para alterar o projeto aprovado, o novo proprietário será proibido de executar a obra”, alerta Sanrlei. Em São Paulo, as regras de zoneamento estão disponíveis no site da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano. A consulta também pode ser feita pessoalmente na própria secretaria (Edifício Martinelli, Rua São Bento, 405, 17º andar, Centro), nas terças e quintas, das 13h às 17h.

veja mais artigos

Sobre o Autor

Redação Reforma Fácil
Redação Reforma Fácil

Apresentar tudo que possa facilitar a vida de quem vai reformar, construir ou decorar, ajudando a tornar a empreitada bem sucedida com um grande volume de informações de projetos, produtos, serviços e obras.

Ver Mais Artigos
Escrever um comentário...

Nenhum Comentário

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Seus dados estarão seguro! O seu endereço de email não será publicado. Outros dados também não serão compartilhados com terceiros.
Todos os campos são obrigatórios.