Impatiens e Pata-de-elefante: resistência ao inverno

Impatiens e Pata-de-elefante: resistência ao inverno
junho 07 02:34 2011 Imprimir Este artigo

Com a chegada do frio, muitas pessoas adquirem duas plantas famosas pela resistência: pata-de-elefante e impatiens. Ana Glória Nunes, gerente da Casa di Fiore, fala sobre os pequenos, mas importantes, cuidados para que elas possam fazer jus à sua fama.

Qualquer entusiasta de plantas está constantemente procurando ficar atualizado sobre os melhores cuidados para elas. Mas nem todo mundo é entusiasta. Várias pessoas adquirem uma planta para decoração e muitas vezes não sabem que os cuidados diferem de espécie para espécie. Agora que o frio chegou, porém, leigos e conhecedores unem-se à procura de plantas mais resistentes e geralmente encontram duas: a pata-de-elefante e o impatiens.

A demanda pelas duas espécies é grande. Os cuidados são pequenos, mas não menos importantes. Ana Glória Nunes, engenheira florestal e gerente da Casa di Fiore, explica. “Muitas pessoas adquirem pata-de-elefante e o impatiens por serem resistentes. Os cuidados são simples, mas de forma alguma devem ser deixados de lado”. Ela se refere principalmente às regas e exposição ao sol. “As duas espécies devem ser mantidas em sol pleno. Por causa deste cuidado, a maioria dos donos pensa que a planta necessita de muita água e as regam excessivamente. Aí que está o maior erro”, Ana explica.

 

A pata-de-elefante retém bastante água e absorve umidade do ambiente, portanto a rega deve ser minimizada. Caso aconteça o encharcamento, as raízes apodrecem e a planta morre rapidamente. “É preferível que o solo fique apenas úmido e a adubação seja feita apenas durante o plantio e no outono”, comenta a gerente.

Já o impatiens pode ser cultivado em meia sombra ou sol direto. Ana considera umas das principais flores para ser cultivada no inverno, já que tolera baixas temperaturas. “Para seu melhor florescimento e maior durabilidade é preciso manter seu solo sempre úmido, nunca encharcado e rico em matéria orgânica. Com estes cuidados sua floração pode durar até 10 meses”, explica a engenheira florestal.

Com estes cuidados específicos é possível manter as plantas sadias e bonitas durante todo o inverno.

Texto e fotos: Bruno Stolf

veja mais artigos

Sobre o Autor

Redação Reforma Fácil
Redação Reforma Fácil

Apresentar tudo que possa facilitar a vida de quem vai reformar, construir ou decorar, ajudando a tornar a empreitada bem sucedida com um grande volume de informações de projetos, produtos, serviços e obras.

Ver Mais Artigos
  1. antonio veiga mattos
    julho 14, 20:07 #1 antonio veiga mattos

    gostaria de receber informação de todas as plantas
    de um jardim bem modesto com as plantas mais belas.

    Responder este comentário

Adicionar um comentário

Seus dados estarão seguro! O seu endereço de email não será publicado. Outros dados também não serão compartilhados com terceiros.
Todos os campos são obrigatórios.